O site que preza pela excelência e o compromisso com a Ética
Carregando data...

Os cariocas Rodrigo Molina e Renato Mendes são donos da Suburbanos Pizza, que tem 15 unidades em funcionamento no Rio e se prepara para abrir a primeira franquia em São Paulo

Os primos cariocas Rodrigo Molina e Renato Mendes têm experiências profissionais bem distintas, mas acabaram se unindo por um objetivo em comum: empreender. Molina trabalhava com construção civil quando se interessou pelo mundo das pizzas, em 2018. Já Mendes liderava uma empresa familiar de distribuição e buscava algo mais humanizado. Juntos, eles fundaram a rede de franquias de pizzarias Suburbanos, no Rio de Janeiro, que tem 15 unidades e faturou R$ 17 milhões em 2021. Agora, eles se preparam para abrir a primeira franquia em São Paulo.

Enquanto ainda trabalhava na construção civil, em 2018, Molina resolveu empreender nas horas vagas, fazendo pizzas em casa e vendendo por delivery. Ele diz que o que tinha em caixa era o limite do cartão de crédito. Como o espaço em que morava ficou pequeno, ele logo se mudou para uma casa na região do Recreio dos Bandeirantes para se dedicar mais ao negócio.

O espaço tinha uma cozinha com uma janela que dava para a rua. Molina dormia no próprio local e tinha mais uma pessoa para ajudá-lo no preparo das pizzas, além de um motoboy para fazer as entregas. Ele trabalhava na construção civil até às 17h e vestia o avental de pizzaiolo após às 18h. “Quase não dormia.”

empreendedor sempre almoçava em um restaurante da região e acabou contando sua história para o dono do estabelecimento. Como a cozinha do espaço ficava ociosa na parte da noite, o colega convidou Molina para levar a pizzaria para lá. “Três meses depois eu me mudei para usar o espaço dele e também fui para um escritório novo”, diz.

Molina e Mendes conversavam constantemente sobre a pizzaria, mas cada um com sua visão de mundo. Enquanto Molina tinha o conhecimento técnico do negócio, e a paixão por fazer pizzas, Mendes tinha ampla experiência prática em gestão de negócios. “Assumi o negócio da família muito cedo. Meu pai faleceu quando eu era muito novo”, diz o empreendedor.

A empresa em que Mendes trabalhava tinha uma pegada B2B, com relações mais frias, e ele sentia falta de uma troca mais próxima com consumidores. “Uma pessoa expressa mais o sentimento dela em relação ao negócio, serviço ou produto. Eu buscava um negócio com margens mais saudáveis e que pudesse ganhar escala.”

Os dois primos sempre falavam sobre suas ambições profissionais e logo perceberam que tinham em mãos uma oportunidade: criar uma marca de franquia de pizzarias. Quando Molina fechou seu negócio de delivery, eles registraram a marca Suburbanos e começaram a trabalhar em toda a identidade visual antes mesmo de a primeira pizza sair do forno.

O novo negócio pensado por eles teria o delivery como carro-chefe, tanto pelos custos como pela praticidade. Mas também poderia receber clientes, para criar um elo maior com a marca. Eles optaram por desenvolver uma identidade que se comunicasse com consumidores mais jovens. A ideia era estender o horário de atendimento até a madrugada e ser o point de quem busca por algum lugar para comer depois de festas, por exemplo. “Não queríamos que fosse aquela coisa mais básica, careta, clássica com referências à Itália. Fizemos algo bem moderno”, diz Mendes. Eles investiram R$ 50 mil para abrir a primeira loja no Recreio dos Bandeirantes, no início de 2019. Quatro meses depois, Molina pediu as contas e passou a se dedicar apenas à Suburbanos.

No mesmo ano, os primos abriram mais duas unidades próprias. Em setembro de 2020, veio a primeira franquia, na região da Freguesia, também no Rio de Janeiro. Segundo Mendes, o negócio já foi pensado desde a concepção para ser uma franquia. Isso ajudou as unidades a se replicarem já com um modelo pronto. “Praticamente todos os franqueados têm mais de uma loja”, afirma.

O foco das lojas continua sendo no delivery, que corresponde a 90% do faturamento, e take away, com poucas mesas no salão. Hoje, com 15 unidades no Rio de Janeiro, a Suburbanos prepara sua chegada a São Paulo. A primeira unidade deve abrir as portas no final de março, e os empreendedores afirmam que já têm cinco negociadas na cidade.

Para encarar o amplo mercado paulista de pizzas, eles apostaram em algumas mudanças nas receitas, mas garantem que a proposta jovial da empresa será a mesma. “Sabemos que é um mercado muito maior, mas acreditamos que teremos uma boa entrada”, afirma Mendes.

Entre os sabores mais pedidos na marca, estão o de abobrinha com parmesão e o de bacon com alho poró e cream cheese. O preço médio é de R$ 55. O investimento inicial para se tornar um franqueado é a partir de R$ 195 mil. O valor já inclui taxa de franquia, maquinário, treinamento e suporte. O prazo de retorno é estimado em até 18 meses.

https://revistapegn.globo.com/Franquias/noticia/2022/03/primos-empreendem-com-franquia-de-pizzarias-descoladas-e-faturam-r-17-milhoes.html

Sobre o autor

Sérgio Bento De Sepúlvida Júnior

Sérgio Bento De Sepúlvida Júnior

Sócio Administrador e Escritor

Para falar com o autor, utilize a página Contato.

Compartilhe nas redes sociais

Comentários